Babaji's Kriya Yoga
Babaji's Kriya Yoga Images
English Deutsch Français FrançaisEspañol Italiano Português PortuguêsJapanese Russian Bulgarian DanskArabic Farsi Hindi Tamil Turkish

 

Como devemos nos concentrar na prática dos mantras?

Por Govindan Satchidananda


Os mantras são um idioma entre os níveis de consciência, por conseguinte, é importante repeti-los para que sua consciência aprofunde-se e expanda-se, como uma semente que cresce e torna-se uma árvore. Na consciência ordinária, física, a nossa consciência e mesmo a nossa identidade são monopolizadas pelos fenômenos, experenciados  através dos cinco sentidos. Estamos preocupados com o que vemos, lemos, ouvimos, sentimos na pele etc... Na consciência habitual dos sonhos, incluindo os devaneios, a nossa consciência é também contraída e absorvida  na memória, como ansiedade, desejo e julgamentos. Para conseguir os benefícios da sadhana de mantras, devemos nos concentrar não apenas sobre o som ou a pronúncia, mas, também, no seu significado ou direção na qual ele aponta. A significação de um mantra pode ser mais facilmente entendida como um bhava ou uma sensação, associados com idéias tais como amor, entrega, força, sabedoria, abundância, brilho, paz. O benefícios seria ainda maior se pudéssemos nos recordar do estado de consciência sentido durante a iniciação do mantra. O mantra é, essencialmente, um veículo de consciência e recorda-nos o estado e que estávamos na iniciação. A iniciação aos mantras é um evento muito sagrado e tem um longa preparação do iniciador e do iniciado. Por exemplo, é raro observar um dia de silêncio, um dia de intensa prática de Yoga, e cantar na cerimônia de fogo - mantra yagna - como fizemos antes da iniciação. Lembre-se, assim, do estado de consciência, com seu amor, sua pureza, sua equanimidade, a imensa calma e a energia que você cultivou antes e durante a iniciação.

As sílabas semente germinam durante a iniciação no mantra. Mais tarde, com a prática, elas irão crescerem como uma planta, se colocamos de lado nossas preocupações. Podemos praticá-los durante as atividades que não exigem muita concentração, como andando ou se locomovendo de carro, mesmo quando temos que dirigir, se o trajeto nos é familiar e não há muito tráfego. Tal prática permite-nos, também, aplacar a ansiedade mental, afastando os pensamentos triviais, que, normalmente, esgotam a nossa energia mental.

Se a prática dá-se com a aspiração correspondendo ao significado do mantra, seja amor, sabedoria, força, abundância ou iluminação, por exemplo, ela cria as condições ideais em que tais estados descem do plano mental e manifestam-se, de forma mágica, no nível material. Como a nossa vida é, basicamente, a conseqüência de nossos pensamentos, palavras e ações passados, ou seja, nosso karma, substituindo os pensamentos usuais antigos pelo mantra, as tendências cármicas perdem as suas forças e secam. No entanto, essa aspiração não deve conter sentimentos de impaciência, esperança ou dúvida, mas deve ser permeada por confiança na eficácia do poder do mantra, e entrega à Vontade Divina.. A aspiração mais  é, simplesmente, "que Sua vontade e não a minha seja feita". Assim, tudo o que recebemos estará de acordo com a vontade divina, superando a ilusão do ego de ser o “autor”, “aquele que faz”.

Quando nossos mental é perturbado pelas dificuldades da vida, a repetição dos mantras pode ser praticada como uma espécie bálsamo, para aliviar ansiedade, tristeza mental ou agitação. Mesmo se o mental competir com a recitação da mantra, o último esgotará, gradualmente o mental, deixando –o em um e estado pacífico.

Os mantras podem ser recitados antes de praticar a meditação, como uma ajuda para concentrar a mente, preparando-a para a meditação.

O melhor é praticar o mantra continuamente por uma período determinado ou por um número de repetições predeterminado, para desenvolver sua força de vontade; no entanto, se as circunstâncias exigirem que você ponha sua atenção em algo mais, a prática do mantra deve ser temporariamente posta de lado, até que se possa retornar com atenção plena.

Todos os direitos reservados: Sr. Govindan Satchidananda, de Janeiro de 2005

© 1995 - 2017 - Babaji's Kriya Yoga and Publications - All Rights Reserved.  "Babaji's Kriya Yoga" is a registered service mark.